Entre a Copa e o Dia dos Namorados o problema é mais embaixo.


Enquanto os olhares do mundo inteiro estão direcionados para a Copa do Mundo, esquecemos que o dia 12 de Junho não é apenas a data do primeiro jogo da seleção brasileira no mundial, tampouco de flores e corações do Dia dos Namorados. Hoje é um dia para permanecermos atentos com as nossas crianças. Sim, meus caros amigos da Rede Virtual, 12 de Junho é o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.

Apesar da exploração sexual contra crianças ser um tipo de trabalho infantil, o segundo de um modo geral é mais fácil de ser detectado e infelizmente, acaba sendo mais “aceitável” por muitos.

Uma cena onde uma criança vende balas no trânsito das grandes cidades, não causa tanto espanto quando falamos de um caso de exploração e abuso sexual contra crianças e adolescentes. E há quem compre tais mercadorias com a desculpa de estar ajudando e segue vivendo a sua vida sem se importar, como se aquele R$1,00 pudesse mudar a realidade daquela criança.

Segundo pesquisas realizadas pelo IBGE no ano retrasado, cerca de 3,5 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 estão trabalhando(no presente mesmo, pois sabemos que pouco mudou). Isso apenas no Brasil, que fique claro. Entenda esses números:

Número de crianças e adolescentes que trabalhavam em 2012:

Faixa etária

Quantidade

De 5 a 9 anos

81 mil

De 10 a 13 anos

473 mil

De 14 a 17 anos

2,96 milhões

Total

3,51 milhões

Você com 6 anos estava assistindo desenho de manha, tomando o seu leite com chocolate e comendo biscoito, diferente das crianças de regiões mais pobres que levantavam – e ainda levantam – muito mais cedo para trabalharem em carvoarias, nas “roças” ou nas movimentadas avenidas das capitais. Crianças que não puderam gozar de sua infância, de sua inocência, pois tinham que ajudar a levar alimento para dentro de casa.

Podemos trazer estes fatos e dados para o atual momento do país e pensar: Imagina na Copa.

Quantas crianças serão vítimas de exploração sexual durante o evento? Quantas crianças serão obrigadas a vender balas, doces e afins próximas aos estádios?

Todos estão muito preocupados com as iminentes manifestações, com a violência, com os assaltos, mas que nossas crianças não sejam esquecidas. A Copa pode trazer muitos prejuízos para o nosso Brasil, mas se ela afetar as nossas crianças, os prejuízos jamais serão reparados.

Igo Bolleli, Minas Gerais.

O responsável pelo conteúdo é o autor.

Anúncios

Uma resposta para “Entre a Copa e o Dia dos Namorados o problema é mais embaixo.

  1. Ótima reflexão, gostei da construção do texto Igo. Só um informe, o termo “prostituição infantil” é pejorativo, crianças e adolescentes são exploradas sexualmente. Jamais podem responder a uma situação a quais foram submetidas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s